terça-feira, 24 de abril de 2012

Experimente Jesus.

Que caminho devemos tomar para que possamos conhecer Jesus, experimentar do amor de Jesus? Todos nós cristãos sabemos, pelo menos àqueles que se converteram depois da reforma de Lutero, que não se chega a Deus senão através do Filho, Jesus. E como podemos chegar ao Pai senão conhecemos nem o Filho? 
Deus nos enviou Jesus para que fôssemos resgatados do lamaçal do pecado. E para nos achegarmos a Ele, precisamos de algumas modificações em nossas vidas. Normalmente, quando não conhecemos Jesus andamos por caminhos tortuosos, a estrada é cheia de atalhos, vivemos em busca de algo em que possamos realmente confiar, e isso muitas vezes nos leva a cometer pecados, contra Deus e contra nós mesmos. 
Fomos criados à imagem e semelhança de Deus, não fisicamente. Deus desenhou o nosso caráter para que fôssemos iguais a Ele, em termos de integridade, bondade, longanimidade etc. Porém, o homem pecaminoso muitas vezes não quer ter o caráter igual ao de Deus. Sendo assim, vive praticando atos que vão contra a vontade de nosso Criador.
Para que possamos sair dos caminhos tortuosos do pecado, precisamos nos voltar para o Senhor de nossas vidas. É necessário não viver mais a imagem e semelhança daquele que está no mundo, Satanás. Quando mentimos, deixamos de ajudar ao próximo, roubamos, adulteramos, falamos palavras torpes, enfim, existem diversas maneiras de agirmos como o inimigo de nossas almas quer.
Satanás invade território ao contrário de Jesus que bate à nossa porta delicadamente. “Eis que estou à porta, e bato; se alguém, ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.” Ap 3-20.
O Senhor é educado, Satanás não. Basta que você deixe apenas uma fresta por mínima que seja para que ele adentre seu coração e faça morada nele. Para que tenhamos nosso caráter parecido o mais próximo possível de Deus, precisamos nos achegar ao Filho, através, primeiramente do arrependimento sincero e da fé, de uma vida frutífera, da prática do amor ao próximo e depois da aceitação de Jesus como nosso Senhor e Salvador.
Não é difícil, basta querer. Jesus é como se fosse um raio X, Ele penetra o nosso ser e faz uma sondagem geral, só Ele conhece os verdadeiros propósitos do nosso coração. Podemos esconder qualquer coisa dos outros, mas não de Jesus. Daí a importância desse arrependimento ser sincero. Depois disso, você terá o maior amigo que alguém poderia ter. Àquele que nunca nos dirá não, está sempre presente, nos ouve, auxilia, consola. Nunca mais estaremos sozinhos a nossa própria sorte. Ele nos conduzirá mansamente a águas tranqüilas, nos fará descansar em pastos verdejantes, nunca mais teremos nossa alma oprimida, pois o Senhor a refrigera. E mesmo que andemos pelo vale da sombra da morte, não teremos medo porque, Ele estará conosco. Por isso tudo é que eu digo a você meu amigo e minha amiga, “Experimente Jesus deixe que Ele se torne seu amigo, e você não vai se arrepender”.
          Honra e glória somente a ti, Senhor!
          Soli Deo Gloria!


quarta-feira, 18 de abril de 2012

Sinal dos tempos, ou excesso de falta de vergonha?

Devemos prestar atenção nas últimas notícias. Homem estupra menina de doze anos dentro de um ônibus, depois ele volta calmamente para estuprar novamente e roubar, dentro do mesmo ônibus, com o mesmo motorista. Bispo anglicano D. Robinson Cavalcanti e sua esposa são mortos a facadas pelo próprio filho, e para terminar um homem iraniano convertido ao cristianismo, recebe pena de morte por enforcamento, por não querer negar a Jesus.
          Onde será que vamos parar com tantas notícias tristes que nos deixam sem a mínima vontade de ligar a televisão, tamanhas barbaridades vemos. E como se não bastasse, as mulheres brasileiras estão cada vez mais desmoralizadas em nível internacional. 

A revista Playboy americana classifica a mulher brasileira como prostituta, porque eles dizem que as mulheres do Brasil são fáceis, sem moral, e que aqui, a leviandade impera. Que adjetivos a mulher é obrigada a ouvir por causa do comportamento de algumas? A mulher brasileira é colocada no pedestal da imoralidade e da falta de pudor. Será isso sinal dos tempos ou completo abandono dos valores ensinados por Deus a sua criação? O que podemos fazer para modificar tal situação? Não temos muito a fazer pois o mundo está no maligno. A única coisa que podemos fazer é pedir a intervenção de Deus, para que em nome de Jesus tais crimes não mais aconteçam. 
Contemplemos o Espírito Santo derramando suas bênçãos sobre as nossas casas, nossa família, e sobre o Brasil, para que possamos conhecer o amor de Deus e façamos a escolha de viver em santidade. “Sede santos porque eu sou santo.” I Pe 1-16. Que possamos ser santos como o Senhor, principalmente em nossa maneira de ser.
Honra e glória somente a ti, Senhor!


quinta-feira, 12 de abril de 2012

Sou fanática por Jesus, sim, e daí?

Acho que pouquíssimas vezes paramos para pensar no verdadeiro significado da palavra “fanático”, “fanatismo”. Vamos ver: Fanático é alguém que se julga inspirado, é a pessoa que é animada por um zelo excessivo, é loucamente apaixonado.Dedica-se excessivamente a alguém, ou a alguma coisa.
Antigamente se alguém me chamasse de fanática, eu ficaria muito chateada. Hoje se isso acontecer, eu serei obrigada a concordar com ela. Realmente e verdadeiramente eu sou uma pessoa fanática. E, me orgulho muito disso. Sou inspirada a falar do amor de Deus a quem não ouviu. Sou animada e impulsionada por um zelo excessivo pela Bíblia Sagrada e todos os seus ensinamentos, e me esforço a cada dia em executá-los. Sou loucamente apaixonada pelo Evangelho da paz, por Jesus, por suas boas novas, e por tudo o que diz respeito a Ele.  Daqui pra frente quero me dedicar excessivamente a divulgar a Palavra de Deus, a ajudar a todos os que necessitam, a andar em comunhão com Jesus, com a Sua Palavra e ajudar a todos os que não O conhecem. Sou fanática quando invoco o nome do Senhor, pois sei que Ele me ajuda e me faz bem. 
Quando estou abatida Ele me consola porque é rico em misericórdia. Sou fanática porque Ele ouve e reconhece a minha voz e todas as minhas súplicas. Sei que Ele inclina para mim os seus ouvidos sempre que estou em apuros e vem em meu auxílio. Quando cordéis de morte me cercam e angústias se apoderam de mim Ele me socorre, porque é socorro bem presente. Enfim, por todos esses motivos e não são poucos, é que sou fanática pelo Deus vivo, pelo Deus de Abraão, Isaque e Jacó, e não me envergonho disso. Declaro a minha total dependência de Jesus, porque se assim não fosse a morte d’Ele teria sido em vão. Se não dependermos diariamente do Senhor, porque motivo Ele teria morrido na cruz? Na verdade, Jesus morreu em nosso favor, para nos dar a salvação e, é por isso que devemos confessar diariamente a nossa total dependência d’Ele.
Por esses e tantos outros motivos, me considero sim, fanática por Jesus e por Seu Evangelho, porque tenho a certeza de que Ele, é o nosso salvador, que Ele é o médico dos médicos, que batiza com o Espírito Santo, e, é o Rei que há de vir.
          Sou fanática por Jesus, porque sei que Ele é o mesmo ontem, hoje e para todo sempre. Hb 13-8.
          Honra e glória somente a ti, Senhor!
          Soli Deo Gloria!

domingo, 8 de abril de 2012

Páscoa.

Mas o que verdadeiramente quer dizer Páscoa? Para o comércio quer dizer ganhar muito dinheiro com a venda de ovos de Páscoa e chocolates. Os comerciantes passam o ano inteiro esperando o novo record de vendas de ovos. Para os judeus, significa passagem. Comemora-se nesse dia a saída do povo hebreu do Egito, a grande libertação de Deus ao povo de Israel que se encontrava cativo no Egito.
          Para os cristãos, Páscoa significa viver livre do pecado, pois Jesus os levou quando morreu por nós na cruz do calvário. Páscoa é a boa nova que Jesus nos permitiu participar, pois foi por sua morte que ficamos livres dos poderes das trevas.
          Jesus cumpriu as profecias do Antigo Testamento, Ele veio em carne, assumiu seu ministério aos trinta anos, morreu aos trinta e três, condenado por seu próprio povo que não O reconheceu. Porém, Jesus venceu a morte e ressuscitou ao terceiro dia, nos libertando de nossos pecados, o sepulcro estava vazio e Jesus estava à destra do Pai.
          Jesus morreu por nós, por você e por mim, esteve em nosso meio  feito homem, de carne e osso, padeceu tudo o que um homem poderia padecer e morreu crucificado numa cruz, para nos dar vida com abundância, água para que nunca mais tivéssemos sede e pão para que nunca mais sentíssemos fome. Jesus nos “tirou das trevas e nos transportou para o Reino do Filho de seu amor.” Cl 1-13.
Esse é o verdadeiro significado da Páscoa, liberdade, amor incondicional, união entre irmãos, alegria de uma nova vida, e não consumo desenfreado de chocolates, muitas vezes regado a bebidas alcoólicas, acidentes, mortes nas estradas, tudo em nome de um feriadão que muitos se aventuram, em detrimento do verdadeiro sentido da Páscoa.
          Jesus não está morto, Ele está vivo e nos exorta a valorizarmos mais a nossa vida, a mesma vida pelo qual Ele morreu na cruz do calvário.
          Aleluia! Ele vive, e nos ama incondicionalmente.
          Honra e glória somente a ti, Senhor!
          

quarta-feira, 4 de abril de 2012

A Glória de Deus e o homem.


         Quando o SENHOR Deus criou o mundo e o homem, era seu desejo que desfrutássemos a todo instante da Sua Glória. Adão e Eva desfrutavam da Glória do Senhor a todo instante. Havia harmonia em toda a criação. Não havia doença, pobreza nem sofrimento, era literalmente o paraíso. O paraíso que tanto buscamos, e que Adão e Eva jogaram fora, apenas para provar de um fruto, que em suas opiniões, começando pela abalizada opinião da serpente, lhes daria a capacidade de se tornarem iguais a Deus. Como se isso fosse possível.
Hoje em dia não é diferente. Alguns, muitas vezes trocam a possibilidade de estar com Deus em Sua Glória, por prazeres mundanos que não os levam a lugar algum, e os afastam d’Ele.
         Desde sempre, o homem em sua busca por vida espiritual plena, acaba encontrando a morte espiritual. Foi isso que encontraram Adão e Eva, no Jardim do Éden, morte espiritual, nos arrastando com eles, pois também somos parte desta mesma criação.
O que será que está sendo feito para que possamos voltar, pelo menos um pouco, a usufruir da Glória do Senhor? Sim, porque podemos voltar a usufruir dessa glória, através de algumas providências que poderemos tomar para isso. Não precisamos morrer, e adentrar ao paraíso para que isso aconteça. Lá, veremos o Senhor face a face, sem nenhum véu, ou nuvem, mas a Sua Glória, podemos resgatá-la, aqui mesmo. Bastam apenas algumas medidas que devem ser tomadas.
         O Senhor sempre esteve disponível para estar conosco, e através dos tempos bíblicos Ele provou que sempre quer estar andando no meio de nós. Para isso, usou diversos homens de fé, como instrumento, através das inúmeras alianças que Ele fez com o seu povo.
         O Senhor, com certa dificuldade, sempre encontrou homens íntegros que estavam dispostos a andar nos Seus caminhos, e a obedecê-lo. Mas o que é preciso fazer para trazer a Glória do Senhor para o nosso meio?
         O primeiro passo para isso, é a integridade. Devemos ser íntegros como foram Abrão, Moisés, Noé, Jó, e tantos outros que o Senhor encontrou pelo caminho, em sua infinita busca para se aproximar de sua criação. Toda essa busca culminou com a vinda de Seu Filho Jesus Cristo, o mais íntegro de todos.
         O segundo passo é a disciplina que é própria da divindade. O Senhor não se manifesta em lugares desprovidos de ordem. E, é por esse motivo que não temos mais visto a Glória de Deus se manifestar nas igrejas. 
Os cultos de hoje em dia têm sido mornos, sem vida, destituídos de qualquer reverência ao Senhor. O que vemos são pessoas que cantam e tocam e algumas que dançam, como se o culto fosse um espetácul, buscando a sua própria glória em detrimento da gloria do Senhor. Se não houver reverência legítima a quem deve ser ministrada a devida reverência, a Glória do Senhor não se manifestará.
         E para que serve um culto desprovido da Glória de Deus? Só para o engrandecimento do homem. E, é por isso que mais uma vez o Senhor tem se afastado de Seu povo, por falta de reverência, respeito, e disciplina nos cultos e na vida dos cristãos. Para que as bênçãos sejam abundantes, na vida de todos nós, precisamos voltar a reverenciar a Deus e com isso trazer de volta a Sua Glória no meio de nós. “O caminho do SENHOR é o refúgio dos íntegros, mas é a ruína dos que praticam o mal.” Pv 10-29.
         Quando a Glória de Deus está conosco, temos muito poder, porém quando ocorre o contrário, perdemos todo e qualquer contato com Deus e as coisas boas cessam de acontecer. Tornamo-nos pessoas destituídas do Espírito do Senhor, o mesmo Espírito, que foi soprado as narinas de Adão, no Jardim do Éden.
         Esforcemo-nos para que a Glória do Senhor volte a habitar em nosso meio. Que Ele nos ajude a sermos mais íntegros e disciplinados em todos os aspectos de nossa vida. “Aí sim, a sua luz irromperá como a alvorada,       e prontamente surgirá a sua cura; a sua retidão irá adiante de você, e a glória do SENHOR estará na sua retaguarda.” Is 58-8.
         Honra e glória somente a ti, Senhor!
         Soli Deo Gloria!
         

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Dia da conscientização do autismo

Essa é a minha homenagem ao dia da conscientização do autismo, esperando que todos percebam que não existe deficientes, somente preconceito da parte de alguns.
Oração
(autor desconhecido)


Bem-aventurados os que não riem da minha maneira tortuosa de caminhar.
         Bem-aventurados os que me ajudam a recolher as coisas que me caem das mãos.
         Bem-aventurados os que repetem, com paciência, para que eu ouça o que não ouvi na primeira vez.
         Bem-aventurados os que me servem de arrimo porque meus olhos estão imersos em trevas sem aurora.
         Bem-aventurados os que com seu sorriso me dão de beber.
         Bem-aventurados os que têm paciência para interpretar minha gagueira.
         Bem-aventurados os que descobrem que minha vida tem algo a dizer.
         Bem-aventurados os que, sem protestar, me aceitam tal qual eu sou.
         Bem-aventurados os que acreditam que um dia também eu estarei com eles feliz ao lado do Pai Celestial.
         Amém.

domingo, 1 de abril de 2012

O autismo e a conscientização de todos.

A todos com quem convivi e convivo: Luisa, Werner, Raquel, Camilo, Rômulo Diego (meu querido sobrinho) e Aninha a florzinha que o Senhor recolheu (in memorian) o meu muito obrigada por todo aprendizado que me proporcionaram. Deus os abençoe.


Dia 02 de abril será comemorado o dia mundial pela conscientização do autismo. Como diz o velho ditado: “antes tarde do que nunca”. Até algum tempo atrás essa síndrome era desconhecida para quase toda a população. Só não, para os familiares que lutam pelo reconhecimento da inclusão do autista no mundo dito “normal”.
Tive a oportunidade de trabalhar com algumas pessoas portadoras do autismo, e quero afirmar que o que vivemos por três anos foi uma profunda troca de experiências. Eu os ajudei em suas necessidades, e eles me ajudaram a ver o mundo por outro ângulo. Verdadeiramente, aprendi muito com eles. São pessoas sensíveis, que gostam de acolhimento. Posso dizer com certeza que eles não são incapazes como alguns rotulam. 
Ninguém é totalmente deficiente, nem eficiente. Todos nós podemos oferecer, ou não, algo aos outros. Eu diria que eles possuem capacidades diferentes, e sabemos que existem espécies de flores diferentes. Algumas são grandes, outras pequenas, umas são vermelhas, outras brancas, amarelas, lilás, rosa, enfim, nenhuma flor é igual a outra nem na cor nem no formato, e nem por isso, chamamos as menores, e menos perfumadas de “deficientes”. Assim, é também com os seres humanos. Uns possuem mais capacidades do que os outros e de alguma maneira, todos somos necessários em algum aspecto da vida.  Elas só precisam que compreendamos os seus déficits, e também de ajuda e compreensão. 
No grupo que trabalhei ensinávamos a Palavra de Deus a eles, e tínhamos a resposta de nosso trabalho. É verdade que havia dias que eles não estavam muito a fim de aprender nada, mas quem não os tem? Nós também muitas vezes levantamos e, só temos vontade de descansar, e não queremos participar de nada. Isso é plenamente normal. 
De algum modo, todos somos pessoas com deficiências e se não reconhecemos isso, esse é o nosso maior erro. Existem deficiências que podemos ver e reconhecer, o que muitas vezes nos causa compaixão, porém existem outros tipos de ordem psicológicas e espirituais que deveríamos levar muito mais em conta. Certas pessoas ditas “normais” estão incapacitadas por uma paralisia espiritual que não as deixam chegar perto do Senhor o que, se caso conseguissem lhes libertaria de toda incapacidade. Nesses casos como em todo caso de deficiência, só mesmo o Senhor para nos ajudar, pois para Ele nada é impossível e tudo é possível ao que crê. “Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus.” Mt 5-8. É assim que são os autistas, limpos de coração. E como diz a Palavra eles verão a Deus.
Perceberam a importância de não rotularmos ninguém de deficientes, especiais, ou incapazes? Deles é o reino e Eles verão a Deus. Toda pessoa que convive com os limpos de coração, com certeza estarão, e viverão no coração de Deus, receberão sempre um abraço amoroso do Pai e a proteção dos anjos do Senhor.
Graças a Deus, que o governo está dando mais atenção aos portadores do autismo, pessoas, até então totalmente excluídas da sociedade. “A nossa sociedade tem abundância de cimento, mas faltam-lhe pétalas de rosa. Sobra-lhe cérebro e falta-lhe coração” (Martinez, 2015 – pg 25). Que bom que isso está mudando. Sinal que ainda podemos crer na sociedade e no governo.
“Mais triste que ser pessoas com algumas deficiências físicas ou psicológicas, é não ter estrelas no coração e ser deficientes para amar, para discernir e abraçar a verdade.” (Martinez, 2005- pag. 64).  Todos somos responsáveis pelas pessoas especiais.
Honra e glória somente a ti, Senhor!

             
Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics