sábado, 4 de agosto de 2012

O Senhor nos livra da peste perniciosa.



          O autor anônimo do salmo 91 assevera que aquele que habita no esconderijo do Altíssimo se livrará do laço do passarinheiro e da peste perniciosa. Mas o que vem a ser peste perniciosa? Esse livramento não é um livramento qualquer. Peste perniciosa é uma doença epidêmica infecto contagiosa, provocada por um bacilo em que a pele é atacada por úlceras, que causa mau cheiro e grande mortandade. É extremamente perigosa e contagiosa. Porém, o salmista tem a total certeza que aqueles que confiam no Senhor não devem temer o mal. 
O salmo descreve dois tipos de perigos que podem nos acometer. Uma arapuca de passarinho e a peste perniciosa, mas a fé do salmista é maior do que qualquer peste ou arapuca. Ele demonstra uma fé ímpar e dirige palavras de conforto ao povo. Ele expressa confiança no esconderijo que o Altíssimo pode lhe proporcionar. Para ele, Deus é o seu refúgio e sua fortaleza. Esse esconderijo a que ele se refere é o lugar protegido que é cuidado diretamente por Deus. 

Nessa época uma epidemia assolava o local e o salmista revelava total confiança no livramento de Deus. Ele imaginava que Deus o cuidaria tal qual a águia protege seus filhotes. Como anda sua fé no Altíssimo? O que você diria se pudesse compor um salmo como esse? Deus cuida de nós melhor do que uma mãe cuida de seu filho, pois Ele nunca esquece de nós. “Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti.” Isaías 49-15.

Esse salmo nos ensina que não devemos nos preocupar e nem temer os perigos que a vida pode nos proporcionar, pois Deus é um abrigo, um refúgio quando sentimos medo. Devemos trocar todos esses temores pela fé, naquele que pode nos proporcionar descanso à Sua sombra.

Honra e glória somente a ti, Senhor!


Nenhum comentário:

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics