quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Corpo: Santuário de Deus e do Espírito Santo.


O Apóstolo Paulo em sua primeira carta ao povo de Corinto lhes ensina a cuidar do corpo como santuário de Deus. Corinto na época era a maior e mais populosa das cidades gregas. Os gregos se achavam filhos dos deuses e por isso se consideravam semideuses. Eram arrogantes e era comum entre eles pronunciarem a frase “tudo me é lícito”. Paulo complementa com grande sabedoria essa repetitiva frase dos gregos: “mas nem tudo é proveitoso ou útil.” “Todas as coisas me são permitidas, mas nem todas são saudáveis. Tudo me é lícito realizar, mas eu não permitirei que nada me domine.” I Co 6-12. Não era essa a política dos gregos. Eles achavam que podiam tudo.
Nos dias atuais ainda vemos alguns bem parecidos com os gregos. Existem pessoas que maltratam o corpo com excessos de comidas e bebidas, drogas ilícitas e também as lícitas. Usam excessivamente remédios para dormir, para angústias, para depressão, dores em geral, para dormir, para acordar, exagerando nas doses e se tornando dependentes. Existem os que comem e bebem demais  sobrecarregando todos os órgãos. Outros exageram na imoralidade, utilizando o corpo como uma máquina de fazer sexo, colocando em risco a própria vida, caso venham a adquirir alguma doença infecto contagiosa, como por exemplo: AIDS.
            Nossos corpos são membros de Cristo e como tal não devemos nos misturar a coisas impuras ou ao exagero de comidas, bebidas ou drogas. “Quem peca sexualmente, peca contra o seu próprio corpo.” I Co 6-18. “Ainda não entendeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não pertenceis a vós mesmos?” I Co 6-19.
A imoralidade sexual pode destruir o templo de Deus. Para que o Senhor habite em nós é necessário que nosso corpo não seja profanado. Devemos aprender a valorizá-lo como lugar sagrado onde Deus faz Sua morada. Não há nenhuma chance de Deus habitar num lugar sujo e escravizado as coisas mundanas: “Pois fostes comprados por alto preço; portanto, glorificai a Deus no vosso próprio corpo.” I Co 6-20.
O Senhor deseja que abandonemos o entorpecimento e a embriaguez mental e espiritual e que não vivamos movidos pelos prazeres do mundo, agindo com descuido com nosso corpo. “Estamos cientes de que somos de Deus e que o mundo jaz no maligno.” I Jo 5-19. Devemos nos conscientizar de que somos santuário do Espírito de Deus e para isso temos que deixar essa morada limpa e saudável tanto, fisicamente, moralmente quanto espiritualmente para que Ele não se retire de nós.
Se assim o fizermos: “Teremos a certeza de que permanecemos nele, e Ele em nós, porque Ele nos outorgou do seu Espírito.” I Jo 4-13.
            Honra e glória somente a ti, Senhor!

            






Um comentário:

Estudos Religião disse...

Gostei dessas mensagens. Ate elaborei um jogral com ela para um

programa na igreja
Nara Cabral

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics