terça-feira, 15 de outubro de 2013

Amor ao próximo. O samaritano, o sacerdote e o levita.

Jesus no Evangelho de Lucas descreve a parábola do samaritano demonstrando a um advogado da Lei como poderiam ser destruídas as “verdades da Lei” e reveladas as verdades da Graça. Jesus ilustrou muito bem a atitude dos três personagens que fazem parte da narração: um era sacerdote, outro levita e outro samaritano. Na época de Jesus, o samaritano era o que nascia no reino da Samaria, era considerado pelo povo judeu da época, como aquele que não praticava seus deveres religiosos sendo por isso repugnante, e indigno. 
O levita era um membro da tribo de Levi que trabalhava no templo à serviço de Deus e o sacerdote, era a maior autoridade religiosa da época.
O samaritano era alguém que deveria ficar separado e longe dos judeus. Aos olhos dos fariseus, eram pecadores que não praticavam a doutrina da religião judaica. Mesmo assim, esse homem tão impuro foi capaz de socorrer outro homem, tratando suas feridas e pagando hospedagem para que o mesmo pudesse se recuperar depois de ter sido assaltado e espancado quase até a morte 

O sacerdote viu o homem quase morto passou do outro lado. O levita ou separado para as coisas sagradas, agiu da mesma forma, passou bem longe do moribundo. Em primeiro lugar vinham as coisas que precisavam resolver. Não deixaram de maneira nenhuma sua zona de conforto. Socorrer um ser humano quando ele mais precisava não lhes importava. 
Será que é isso que Jesus nos ensina?  Jesus diz em sua narração que o samaritano teve misericórdia do homem. O sacerdote e o levita eram zelosos no cumprimento da Lei, porém, omitiram o verdadeiro amor de Deus. No final da parábola, Jesus pergunta ao advogado da Lei quem dos três agiu com maior correção? A resposta foi: o que teve misericórdia. 
E nós como temos agido para com aqueles que necessitam de ajuda? Com qual dos três nos parecemos mais?  É claro que o samaritano estava correto, ele praticou o verdadeiro cristianismo que ouvimos ser pregado, ou que deveríamos ouvir todos os domingos nas igrejas que frequentamos. 
Que possamos tentar nos parecer cada vez mais como o homem samaritano que ajudou o que estava necessitado. “Vindes abençoados de meu Pai! Recebei como herança o Reino, o qual vos foi preparado desde a fundação do mundo. Pois tive fome, e me deste de comer, tive sede, e me destes de beber; fui estrangeiro, e vós me acolhestes. Quando necessitei de roupa, vós me vestistes; estive enfermo, e vós me cuidastes; estive preso, e fostes visitar-me”. Mt 25.34-36.
Caso não façamos todas essas coisas, a Bíblia é bem clara quanto ao destino final de nossas vidas. “Mas o Rei ordenará aos que estiverem à sua esquerda: Malditos! Apartai-vos de mim. Ide para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos”. Mt 25-41.  A escolha é nossa.
Honra e glória somente a ti, Senhor!



Nenhum comentário:

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics