terça-feira, 28 de maio de 2013

A mulher, o funk e a garota de Ipanema.

No tempo de minhas avós, a mulher era cantada em verso e prosa. “Tu és divina e graciosa, estátua majestosa do amor, por Deus esculturada, e formada com ardor da alma da mais linda flor.”

Quem nunca ouviu falar de “Rosa”, música famosa composta em 1917 por Pixinguinha, gravada em 1922, e regravada por Marisa Monte em 1991? E, Garota de Ipanema? Será que existe alguém nesse Brasil afora que não conheça essa música? Foi composta por Vinícius de Moraes em parceria com Tom Jobim em 1962, tendo como musa inspiradora Helô Pinheiro. “Olha que coisa mais linda mais cheia de graça, é ela menina que vem e que passa, no doce balanço a caminho do mar.” A letra também fala: “O seu balançado é mais que um poema, é a coisa mais linda que eu já vi passar”. E mais, “Ah, se ela soubesse que quando ela passa o mundo inteirinho sem enche de graça e fica mais lindo por causa do amor”. 

Orlando Dias em 1961, escreveu a canção “Tenho ciúme de tudo” e sua letra descreve a mulher com a “criatura mais linda que os seus olhos já viram”. Diz também que a mulher possui um “porte divino”. Palavras poéticas e de amor que simbolizam as mulheres. Essa música foi regravada por vários cantores ao longo dos tempos.
E, hoje? Como são representadas as mulheres pelos “especialistas” do funk? Primeiro vamos esclarecer o verdadeiro significado da palavra “funk”: medo, pânico, pavor, terror. Esses são os substantivos equivalentes no português. Vejamos agora o correspondente verbal: temer, aterrorizar, assustar e pasmem: evitar! Lugar de “funk”,  é um lugar onde estão presentes o medo, pânico, pavor e com certeza deve ser evitado.
Como será que um “funqueiro” retrataria a eterna garota de Ipanema numa de suas composições hoje em dia? Num tempo, nem tão antigo assim, em se tratando de mulheres, as palavras de ordem eram: divina, graciosa, alma, flor, linda, cheia de graça, menina, doce balanço, poema, coisa mais linda, porte divino e acima de tudo, respeito e amor. “Ainda que eu fale as línguas dos seres humanos e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine”. I Co 13-1. O Apóstolo Paulo quer dizer, que fazer qualquer coisa sem amor é tão sem efeito quanto apenas fazer barulho sem nenhum motivo.

            Diferente dos tempos de minhas avós, hoje a mulher é chamada de “cachorra, feia, popozuda, tarada, que só procura aventura e não quer saber de compromisso, suja, fedorenta”, ou seja, para o “ritmo da atualidade”, o funk, a mulher não vale nada. E, o pior disso tudo, é que as próprias mulheres, comparecem em massa para serem ofendidas pelos “funkeiros”.
Observemos a inversão de valores! A Bíblia diz que a mulher tem mais valor do as mais finas jóias: “Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor em muito ultrapassa os das mais finas jóias”!  Pv 31-10.  E, a música que faz sucesso na atualidade, mancha a sua imagem.

A mulher que desejar se casar, e constituir família, deve se afastar de todas essas coisas do mundo, principalmente desses “bailes”, onde ela é totalmente despojada de sua dignidade. Tais coisas, com toda certeza não vem de Deus. “Sendo assim, aconselho que as viúvas mais jovens se casem, tenham filhos, administrem suas próprias casas e não deem ao inimigo nenhum pretexto para maledicências”. I Tm 5-14.
A nossa oração é que cada vez mais as mulheres acordem para a realidade de hoje, onde elas estão sendo ofendidas, insultadas, achincalhadas, e nada é feito para reverter isso. Que elas possam ser reconhecidas como pessoas íntegras, como mães, filhas, esposas, e amigas valorosas, que possam novamente ser retratadas com amor e respeito. “Não saia da vossa boca nenhuma palavra que cause destruição, mas somente a que seja útil para edificação, de acordo com a necessidade, a fim de que comunique graça aos que a ouvem”. Ef 4-29.
Honra e glória somente a ti, Senhor!



sexta-feira, 24 de maio de 2013

A força de Jesus Cristo para seguir adiante.


Minha emoção foi grande ao ler um texto sobre o Pastor Dmitry Shestakov, cristão e ex-prisioneiro de consciência do Uzbequistão. Ele foi solto em 2011, depois de quatro anos de reclusão, de dores, sofrimentos e solidão. Tudo isso por querer ser um seguidor de Jesus Cristo, e praticar os Seus ensinamentos.
  Depois de tudo o que passou ele afirma: “o entendimento de que Deus estava sempre comigo, me deu forças para ir adiante.” Outra frase que explica bem o que ele estava sentindo: "eu sou um peregrino sem moradia, igreja ou reconhecimento. Mas tenho Deus”.
Do que mais precisamos? Casa, igreja, reconhecimento? Do que adianta tudo isso se não estamos perto de Deus? Do que adianta ter tudo materialmente, se não temos o Senhor como nossa bússola condutora? Viver sem Cristo é levar uma vida vazia, sem nenhum direcionamento.

Só para esclarecer: prisioneiros de consciência são pessoas presas ou limitadas em sua liberdade de movimento por sua convicção política, religiosa ou outra, sua procedência étnica, seu sexo, sua orientação sexual, sua cor ou idioma e que não utilizaram nem tampouco incitaram a violência.
Devemos dar graças ao Senhor por nossa vida, porque não sofremos perseguição religiosa e vivemos em um país livre. Que possamos orar por aqueles que são perseguidos por causa de sua fé em Cristo Jesus.
Honra e glória somente a ti, Senhor!






terça-feira, 21 de maio de 2013

A aflição da caverna.


Por onde anda você e o seu coração? Estão protegidos e a salvo, debaixo das asas do Senhor ou estão dentro de uma caverna escura e fria?
Davi esteve diversas vezes em cavernas, quando se escondia do Rei Saul. Seu coração e mente estavam do mesmo jeito que as cavernas por onde ele andava e se escondia. Escura, suja e fria. Davi se encontrava profundamente desolado. Ele se sentia completamente só, no fundo do poço. Houve momentos em que duvidou do amor de Deus por ele, achando que o Senhor o havia abandonado.
Quando ele achava que não mais aguentaria, se voltou para Deus e orou. Depois disso, ele viu a luz do Senhor brilhar, e suplicou para que Ele o libertasse do fundo da caverna da angústia que o consumia. Davi estava deprimido estava passando por tribulações e muito perigo, o que o levou a buscar a Deus, o nosso suficiente refúgio. E, nós o que fazemos quando estamos passando por coisas parecidas?
Davi clamou por ajuda em seu desespero. “Em alta voz clamo ao SENHOR, em alta voz suplico ao SENHOR as suas misericórdias! Derramo diante dele a minha queixa; a Ele apresento a minha angústia”. Sl 142.1-2.
Davi, aflitivamente reclama de que ninguém está a seu lado. “Quando esmorece em mim meu espírito, tu conheces o caminho que devo seguir. Na vereda que percorro, ocultaram uma armadilha para mim. Olha para a direita, e vê que ninguém se importa comigo! Perdido está para mim o refúgio: ninguém se preocupa com a minha alma.” Sl 142.3-4. 
E, ele confessa a sua fé no Deus de sua salvação e pede socorro. “A ti, SENHOR, clamei, declarando: Tu és o meu refúgio, minha partilha na terra dos viventes! Atende aos meus apelos, pois estou muito exausto. Livra-me dos meus perseguidores, porque são mais fortes do que eu”. Sl 142.5-6.
            Finalmente, Davi promete louvar ao SENHOR quando Ele o salvasse. “Tira minha alma desta prisão, para que eu dê graças ao teu Nome!” Então, os justos me rodearão, por causa da tua bondade para comigo! Sl 142-7.
Davi se sentia indefeso, estava cercado de armadilhas e de inimigos por todos os lados. Quando ele diz que não havia ninguém a sua direita, estava se referindo ao soldado que deveria estar ao seu lado direito para defendê-lo com um escudo, e não havia ninguém.
Ele clamou ao Senhor que fosse o seu escudo de proteção. De alguma forma e em meio a sua dor, ele sentiu que o Senhor estava próximo e implorou que Ele o libertasse dos seus inimigos. Mesmo ainda em apuros, Davi consegue terminar a sua oração na certeza de que Deus o livraria de sua aflição e promete dar graças ao Seu Nome. 
Com esse salmo, aprendemos que é em meio às crises e nos momentos de fraqueza que encontramos em Deus força e abrigo seguro para prosseguir. “A minha graça te é suficiente, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. Sendo assim, de boa vontade me gloriarei nas minhas fraquezas, a fim de que o poder de Cristo repouse sobre mim.” II Co 12-9. 

A nossa oração é que: Não deixe que as aflições se acheguem a você para glorificar a Deus. Agradeçamos e glorifiquemos ao Senhor em todos os momentos de nossas vidas.
            Honra e glória somente a ti, SENHOR! 











sábado, 18 de maio de 2013

Qualquer semelhança é mera coincidência.


 Existe semelhança entre o homem e o girassol?  
Vejamos isso: os girassóis precisam se voltar para a luz do sol para sobreviverem. Eles não podem ficar longe da luz solar, pois precisam dela por no mínimo quatro horas. Ela tem que estar diretamente sobre eles. Eles acompanham o sol, pelo movimento de heliotropismo, que são os movimentos executados por plantas e alguns animais em direção ao sol. 
 Os girassóis procuram a luz do sol para sobreviverem, para estarem bonitos, para crescerem e serem úteis a humanidade porque quase tudo deles é aproveitado.
Às vezes, os girassóis parecem ser mais inteligentes do que alguns seres humanos, pois “sabem” que se não receberem a luz do sol, morrem. Mas girassóis não têm escolha, eles são levados a fazer isso sempre. Já o homem, criado a imagem e semelhança de Deus e que foi escolhido para dominar todo o resto da criação, tem a escolha, ao contrário dos girassóis, de voltar-se para a luz ou não.


 O sol é o regente que rege o girassol. Qual uma orquestra, todos os girassóis de uma plantação se voltam em direção ao seu maestro quando ele no horizonte surge. Nós também devemos nos voltar para o nosso regente, àquele que determina tudo em nossa vida e também no mundo: Deus, o Criador de todas as coisas, a fonte criadora de toda luz, o Pai das luzes. Precisamos nos voltar para uma luz maior que nos ilumine e nos guie em nossa caminhada terrena.
Sem a regência de Deus, ficaremos apagados e vazios e totalmente desafinados com tudo. Só o Senhor, pode nos manter vivos e nos preencher totalmente. Para alcançar o verdadeiro lugar a que precisamos chegar precisamos realizar o movimento de busca pela luz.
       Os girassóis não gostam de sombras. E nós, o que buscamos? A luz artificial da idolatria, das coisas profanas e mundanas ou a verdadeira luz? Deus é o nosso sol e é para Ele que devemos nos voltar sempre em busca de luz. Se para Deus não nos voltarmos, perdemos a possibilidade de sermos felizes. 

Assim como o girassol precisa do sol para viver, nós também precisamos da luz divina do Senhor Jesus em nossas vidas. “Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação”. Tg 1-17. Que o Senhor nos abençoe hoje e sempre!
Honra e glória somente a ti, Senhor!



sexta-feira, 17 de maio de 2013

Fala Senhor, o teu servo ouve!


Quando o profeta Samuel ainda era uma criança, ouviu a voz de Deus. Já havia muito tempo que o Senhor não falava ao seu povo. Samuel, inexperiente, não identificou a voz, e correu até Eli, o sacerdote dizendo: Eis-me aqui. Porém, não era Eli quem o chamava. Na verdade, era o próprio Senhor, O Deus a quem ele servia que o chamava. Será que isto pode acontecer conosco também?
A Bíblia nos ensina que, independente de sermos profetas como Samuel, Deus nos fala, e de muitas maneiras. Através da natureza, das Escrituras Sagradas, dos profetas, de sonhos e também diretamente aos nossos corações.
O Senhor deseja e está disposto a nos falar sempre. Nós é que não conseguimos parar um pouco para ouvir quando o Senhor deseja se comunicar conosco. Possuímos uma agenda sempre cheia de compromissos, e não sobra nenhum  tempo disponível para isso. Confundimos a voz do Criador com a voz de outras pessoas, com os nossos pensamentos, com a nossa mente, tão enovelados estamos com nossos problemas da vida diária. Muitas vezes coisas superficiais e supérfluas.
Samuel teve a ajuda de Eli para reconhecer que era a voz do Senhor. E quem poderá nos ajudar a reconhecer a voz de Deus? Para isso devemos estar atentos. Temos que buscar intimidade com o Senhor. Devemos nos preparar, afinar nossos ouvidos com o diapasão do Espírito Santo de Deus para que não deixemos passar tão sublime oportunidade.
E se Ele deseja nos falar, deseja também, que O escutemos. Ele está o tempo todo tentando nos dizer alguma coisa. E, nós, estamos todo o tempo tentando escutá-lo?
É esse o objetivo do blog. Ele nos ensinará a reservar um horário especial em nossa agenda para que possamos manter um diálogo com Deus, aperfeiçoando nossos “ouvidos espirituais” para ouvirmos a Sua voz. O Blog será um instrumento de divulgação da Palavra de Deus em uma forma prática e acessível.

Portanto, amados do Senhor: "Vai deitar-te, quando ouvires alguém chamar, respondam: Fala, Senhor, eu estou te ouvindo". 1 Sm 3-10. Grandes coisas Ele deseja nos revelar, Ele sempre vai ao encontro daqueles que têm tempo de ouvi-Lo. Que possamos iniciar nossa caminhada sob as bênçãos de nosso Senhor Jesus Cristo.
Honra e glória somente a ti, Senhor!







quinta-feira, 16 de maio de 2013

Ajuda-me Senhor!


Quem não está precisando de ajuda? Principalmente da ajuda sobrenatural de Deus? Hoje à noite vi uma postagem no Facebook com um vídeo de Elvis  Presley, do tempo que ele se dedicou a cantar músicas evangélicas. Da época em que ele resolveu se dedicar a cantar para Jesus. 
O vídeo postado era o da música “Help me”. Esta letra fala da ajuda que ele, o cantor, necessitava. Resolvi contextualizar a letra da música trazendo para nós, nesse tempo em que vivemos. A letra é linda, é uma legítima oração ao Senhor Deus. Vou transcrevê-la na íntegra nesse texto:

Help me (letra de Elvis Presley)
            Senhor! Ajuda-me a andar, mas uma milha, só mais uma milha, pois estou cansado de andar sozinho. Senhor ajuda-me a sorrir mais um sorriso, só mais um sorriso. Eu sei que já não consigo fazer isso sozinho. Eu nunca pensei que fosse precisar de ajuda antes. Eu sempre pensei que pudesse fazer tudo sozinho. Agora eu sei que não consigo mais.Com o coração humilde e de joelhos, eu estou implorando, por favor, me ajude. Desça do seu trono dourado, venha para mim, para este solitário, eu preciso sentir o toque da sua mão terna. Remova esta escuridão dos meus olhos e deixe-me ver, Senhor! Deixe-me ver aonde eu me encaixo em seu plano celestial.
Quem de nós não passou por esses mesmos problemas? Estar cansado para andar mais alguns metros numa estrada muitas vezes tortuosa. Quem nunca se sentiu enfraquecido a ponto de não mais conseguir sorrir? 
Muitas vezes achamos que podemos tudo sozinhos e que não precisamos da ajuda de ninguém para prosseguir. Isso não é verdade! Não conseguimos realizar tudo sozinhos. Precisamos da ajuda de Deus a todo instante. E, quando já não mais aguentamos, nos colocamos de joelhos humildemente e rogamos ao Senhor, o que só Ele pode nos dar: livramento, proteção, abrigo, carinho, mãos estendidas, amor, a sensação de que não mais estamos sozinhos no meio da tempestade. Sentimos o toque terno de Jesus em nossas mãos e a escuridão é removida de nossos olhos e voltamos a enxergar novamente o que não mais estávamos vendo.
Quem de nós nunca se perguntou aonde nos encaixamos nos planos de Deus? Eu me pergunto diariamente. O que o Senhor deseja que eu faça? Para obtermos essas e outras respostas, precisamos pedir ajuda implorar, clamar, orar e aguardar n’Ele.  “Espera no SENHOR, anima-te, e ele fortalecerá o teu coração, espera, pois, no SENHOR. Deleita-te também no SENHOR, e te concederá os desejos do teu coração”.  Sl 27-14-37-4. 
Que o Senhor remova por completo a escuridão de nossos olhos para que possamos de fato e de verdade saber aonde nos encaixamos em seu plano celestial.      
Honra e glória somente a ti, Senhor!







terça-feira, 14 de maio de 2013

Conversar e ouvir as pessoas, está fora de moda?


Jesus de Nazaré, o Mestre dos Mestres, ensinava a todos que encontrava pelo seu caminho, incluindo aqueles que já eram seus discípulos, através de parábolas. Mas, o que vem a ser mesmo uma parábola? Eram estórias simples de se ouvir e assimilar, Ele ensinava através de comparações, para facilitar o aprendizado de quem o ouvia. Jesus também sabia ouvir os que vinham em busca de curas e maravilhas. 
Como seria esse aprendizado nos dias de hoje? Provavelmente as pessoas filmariam Jesus para mais tarde ouvir e quem sabe colocar em prática o que aprenderam. Outros ficariam com o tablet ou o celular na mão teclando o tempo todo avisando através das redes sociais o que estava acontecendo naquele momento. E, a atenção onde estaria? Certamente não seria em quem falava e ensinava. 
Atualmente as coisas funcionam desse jeito nas escolas. Os professores tentando ensinar e os alunos com seus “bichinhos de estimação” o tempo todo em ação. Ao invés de prestar atenção à aula, ficam enviando “torpedos” e postando fotos interessantes nas redes sociais. Total falta de respeito. O que Jesus pensaria sobre isso?
Um dia desses estava em um almoço na casa de meu irmão e uma de minhas sobrinhas, fingia que conversava conosco ao mesmo tempo em que usava seu celular e depois o notebook, enviando mensagens a todo instante, jogando, e sei lá o que mais. Só prestava atenção quando o assunto interessava. Porém, a maior parte do tempo, a maior parte mesmo, estava totalmente longe e alheia a tudo o que estava sendo falado naquele aposento em que só o seu corpo estava presente.  


A mente divagava entre o assunto que falávamos e o que postava nas  redes sociais. O computador parecia que fazia parte de seu corpo. Cabeça, tronco, membros e computador. Isso sem falar que ela passa a semana toda trabalhando e morando longe dos pais, só os vê nos finais de semana e mesmo assim não consegue se desligar daquilo que com certeza, passa a semana fazendo. Hoje, os pais só servem para realizar as vontades dos filhos, e, só são procurados quando  eles precisam de dinheiro ou de algum bem material que estão desejando muito. 
O que importa é estar conectado, é não perder o contato com os amigos das redes sociais, que nunca se prestariam a ajudar ou a bancar qualquer necessidade emergencial que alguém possa ter. Na hora “H” são os pais, ou os familiares, aqueles que são negligenciados, que vão ter que arcar com tudo. O mundo está desse jeito, nada mais que seja digno de valor é valorizado. Os pais, os avós, tios, irmãos, enfim, não interessam mais aos que tem por hábito passar o dia inteiro em contato com estranhos.
Temos visto até os médicos vidrados em computadores, lançando dados do paciente sem nem mesmo olhar para o rosto de quem está sentado à sua frente.
Que possamos ouvir e conversar um pouco mais com as pessoas, porque em algum momento de nossas vidas necessitaremos de alguém que converse conosco e nos ouça.
Bem aventurados os que mesmo com tanta tecnologia disponível, ainda se colocam ao dispor dos que precisam ser ouvidos. Bem aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.
Honra e glória somente a ti, Senhor!








segunda-feira, 6 de maio de 2013

Como se livrar da insônia.


Para se dormir bem, é necessário que nos assemelhemos, pelo menos um pouco às crianças. Elas brincam, se exercitam, se alegram com as coisas simples, se alimentam corretamente, porque tem alguém que cuida delas. Normalmente esse alguém é um adulto, que não consegue dormir à noite, porque sua vida está carregada de angústias e ansiedades, cujo motivo é a falta de cuidado consigo mesmo. 
A Palavra de Deus no Salmo três, diz: “Eu me deitei e dormi; acordei, porque o SENHOR me sustentou”. Sl 3-5. Quando estamos passando por alguma crise ou dificuldade, parece que o sono nos deixa e a facilidade em “pegar no sono” vai junto. 
Davi o autor de quase todos os salmos da Bíblia, tinha todos os motivos para não dormir, porém, a sua fé, de que o Senhor o ajudaria superava todos os problemas que ele pudesse estar passando. Desde muito jovem ele foi perseguido e um de seus filhos tentou matá-lo. Davi sabia que isso iria acontecer, porém, ao contrário de todas as expectativas ele deitou em sua cama e dormiu em paz como uma criança, na certeza de que Deus velava por seu sono e que proveria todas as suas necessidades. Tinha essa certeza, porque havia clamado a Ele em oração e confiou que seria atendido.
Quando temos a certeza de que nossas orações serão respondidas, nos sentimos seguros e em paz, com a certeza de que Deus está no controle de todas as coisas.  
O Senhor coloca ao nosso dispor muitos recursos que nos ajudam a dormir bem e em paz. Um desses recursos é pensar que Ele nos dará a vitória em todas as circunstâncias, pois somos mais do que vencedores, por meio daquele que nos amou. Devemos também ter a certeza de que Ele nos fortalece diariamente e que tudo podemos n’Ele.
Ao invés de contar carneirinhos, devemos abrir nossa mente e pensar que já obtivemos a vitória em Cristo Jesus.
A insônia é um mal que ataca cada vez mais um número enorme de pessoas. Todos nós sabemos que podemos ficar alguns dias sem comer, mas não podemos ficar sem dormir, sob pena de adoecermos e até de enlouquecermos. Estejamos atentos com relação a nossa intimidade com Deus, pois para receber ajuda do Alto, é necessário que tenhamos um bom relacionamento com o nosso Pai. “..sendo fortalecidos com todo o poder, segundo a maravilhosa força da sua glória, para que, com alegria tenhais absoluta constância e firmeza de ânimo.” Cl 1-11. Se em algum momento ficarmos acordados preocupados com circunstâncias que não podemos mudar, a receita é: Abrir o nosso coração na presença de Deus, clamar por ajuda e de imediato já agradecer pelo Seu controle vigilante em nossas vidas. Então sem dúvida nenhuma, o sono virá.

Honra e glória somente a ti, Senhor!








Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics